Tamanho do texto

Mais de 30 mil pratos, entre salgados e doces, foram preparados para o evento que aproxima chefs e público

Chefs na Rua: boa comida a preços acessíveis de presente para São Paulo
Roberta D'Angelo
Chefs na Rua: boa comida a preços acessíveis de presente para São Paulo

A terceira edição do evento Chefs na Rua festeja o 459° aniversário de São Paulo. Mais organizado e com maior estrutura do que na estreia, durante a Virada Cultural de 2012, quando se tornou célebre por conta do episódio da galinhada de Alex Atala, o evento reúne chefs animados e público faminto por boa comida. Cada uma das 15 barracas comandadas por cozinheiros renomados da cidade, dispostas na frente do Theatro Municipal, preparou 2 mil porções de pratos e doces que são a cara de São Paulo. O público compareceu em peso.

Apesar de a festa estar marcada para acabar às 22h, alguns pratos terminaram por volta das 15h, uma hora depois de o evento começar. Foi o caso do baião de dois do Sotero, que serviu ainda acarajé e caldinho de sururu. Apesar de satisfeito com o sucesso de seu prato, o chef Rafael Sessenta se queixa da falta de educação do público. "Muitas pessoas reclamam da falta de acabamento do prato. Aqui é rua, não restaurante”, diz.

Janaína Rueda: a madrinha do evento
Roberta D'Angelo
Janaína Rueda: a madrinha do evento

Ainda assim, o contato direto entre consumidores e chefs garante a alegria da feira gastronômica. "O mais legal é esse contanto com as pessoas", diz Raphael Despirite, do Marcel, que serve hot dog à francesa (com molho béchamel, salsicha especial, baguete e queijo gruyère). A madrinha do evento, Janaína Rueda, do Bar da dona Onça, também é só sorrisos. "Vai acabar tudo, com certeza", disse. A chef, dona da barraca de estrogonofe com arroz e batata chips, é defensora ferrenha da comida de rua. "Adoro isso aqui, vou participar sempre que puder.”

O público estimado pela organização do evento é de 100 mil pessoas. Se você se animou, ainda dá tempo de dar um pulo lá. Além dos pratos citados, tem também sanduíche de pernil (Marcelino Pan y Vino), hambúrguer de pato de maionese trufada (Cosí), macarronada italiana (Via Carlo Buffet), pão de queijo e bolos caseiros (Lá da Venda), arepas e patacones (Sabores de Mi Tierra), bacalhau à brás (Tasca da Esquina), pizza (1900 Pizzeria), temaki (Nakombi), Rabada com polenta (L'Hotel), brigadeiros (Maria Brigadeiro).

O Chefs na Rua fica na Praça Ramos de Azevedo, em frente ao Theatro Municipal, até as 22 horas. Os preços variam de R$ 5 a R$ 15.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.