Tamanho do texto

Além dos sete restaurantes, quatro onde você só se senta com reserva, o navio americano tem um ambiente que acolhe no máximo 24 pessoas e só funciona para eventos fechados

Novidade nos mares brasileiros, o navio Marina é praticamente um banquete flutuante. São 12 cozinhas funcionando 24 horas por dia, há 140 chefes a bordo, de 50 nacionalidades diferentes.

CURTA O IG COMIDA NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Os restaurantes são sete. O francês Jacques, do chef Jacques Pépin, o oriental Red Ginger, o italiano Toscana e o de carnes e frutos do mar Polo Grill só abrem para o jantar, e você só consegue sentar se tiver reserva. O dress code é formal: nada de jeans, sandálias de dedo ou camiseta regata - eles barram os hóspedes do navio na porta, mesmo com reserva. No Terrace Café são servidos café da manhã, almoço e jantar em sistema de bufê, o monumental Grand Dining Room, de cozinha internacional, funciona para o café, almoço e jantar a la carte. No Waves Grill, próximo da piscina, tem café da manhã, almoço e jantar mais informais, além de burgers, saladas e sorvetes. No salão do Horizon, no 15º andar, é servido um chá das 5 com piano todas as tardes .

Dentro do Privèe, espaço exclusivo que comporta apenas 10 convidados
Rogério Voltan
Dentro do Privèe, espaço exclusivo que comporta apenas 10 convidados

As cozinhas funcionam como "ilhas de produção". Toda a sopa servida em todos os restaurantes do navio é preparada na mesma cozinha. Toda a massa e os pães são feitos a bordo, com farinha importada da França. O navio embarca com comida suficiente para duas semanas, e ao longo da viagem recebe containers vindos de Barcelona ou de Miami com reforço. Nas paradas, são renovados os estoques de frutas e vegetais frescos, de acordo com o que tiver disponível nos países. 

O especialíssimo La Reserve by Wine Spectator serve menus degustação com harmonização de vinhos, um programa encomendado, e pago à parte - o aluguel do salão, limitado a 24 hóspedes por vez, custa 250 dólares. O menu fechado custa 165 dólares por hóspede mais gratificação de 18%.

E tem ainda um esquema mais exclusivo, no Privée, uma sala fechada que acomoda no máximo 10 hóspedes e serve uma seleção de pratos do Polo Grill, do Toscana, ou uma combinação de ambos.

Leia mais: Todas as refeições de um cruzeiro gastronômico

Veja também: Escola de gastronomia em alto-mar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.