Tamanho do texto

Confira dicas parar preparar a massa e não errar o ponto da calda de caramelo

Docinho de coco com casquinha de caramelo: opção diferente para festas e reuniões
Rodrigo Acedo/Fotoarena
Docinho de coco com casquinha de caramelo: opção diferente para festas e reuniões

Uma mordida é suficiente para romper a fina casca de caramelo, que envolve um recheio conhecido: coco, leite condensado, amêndoas, ovos e um pouco de licor. A quituteira Priscila Ursaia, da Ava Dolci (tel.: 11 3081 4882), garante que o doce é simples de fazer. "A massa não tem erro. É só mexer e pronto", diz. Mas isso não quer dizer que a receita não tem segredinhos. "Tem que deixar descansar de um dia para o outro." 

CURTA O IG COMIDA NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Priscila Ursaia faz docinhos sob encomenda
Rodrigo Acedo/ Fotoarena
Priscila Ursaia faz docinhos sob encomenda

Se não for possível esperar tanto tempo, quatro horas são suficientes. Assim, ela ganha firmeza e não corre o risco de  desmanchar antes da casquinha - ou, pior, da festa. Quer incrementar o doce? "Fica gostoso recheado com uvas passas ao rum ou pedacinhos de damasco", sugere Priscila.

Com o recheio de coco pronto, é hora de preparar a calda de caramelo. Esse passo requer atenção. Nunca mexer a mistura de água e açúcar na panela é a primeira dica. Outro pulo do gato é acrescentar um pouco de vinagre branco quando a mistura ferver. Isso evita que a cobertura fique melecada e grude nas forminhas ou mãos dos convidados. "E se o dia se o dia amanhecer chuvoso, é bom redobrar os cuidados com o caramelo", aconselha Priscila. A umidade ajuda a fazer a casquinha derreter mais rápido. Por fim, é só dispor os doces em forminhas bem bonitas. A festa vai ser delícia.

CONFIRA AQUI O PASSO A PASSO DO DOCINHO CARAMELADO 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.