Tamanho do texto

As minicaçarolas são estilosas e servem uma pessoa só. Aprenda receitas

 Cocotte surpresa com ovo assado com queijo de cabra, tomates ao azeite de alho e ervas e massa filo
Divulgação
Cocotte surpresa com ovo assado com queijo de cabra, tomates ao azeite de alho e ervas e massa filo

As cocottes são uma tradição francesa chique e descolada. As panelinhas coloridas servem uma pessoa só e são boas para jantares diferentes com porções individuais ou para os que vivem sozinhos e não querem muitas sobras na geladeira. Mas mais do que fofas ela têm uma vantagem: “vão do forno direto para a mesa”, diz Paula Labaki, chef do Lena Labaki Catering .

Outro lado bom é o tipo de cozimento a panelinha proporciona. "A cocotte, em um primeiro momento, sempre tem que estar tampada. Isso faz com que se crie uma vaporização interna que cozinha os alimentos sem ressecar", ensina Renata Braune, do Chef Rouge  que deve repetir seu festival de cocottes em julho. Segundo ela, o resultado disso é uma comida muito mais suculenta.

VEJA RECEITA PASSO A PASSO:  CARNE DE PANELA DA RENATA BRAUNE

Para ser cocotte, além do tamanho diminuto, a louça precisa seguir uma regra básica: tem que ir ao forno. A caçarola pode ser feita de diversos materiais, como cerâmica, ferro fundido e até madeira, mas sempre tem que ser de boa qualidade para evitar um pedaço quebrado aqui ou uma meleca no forno acolá. 

VEJA TAMBÉM: RECEITAS PREPARADAS NA CANECA

Dos pratos franceses tradicionais até as versões mais brasileiras, usar panelinhas é um charme e não é difícil. “Tradicionalmente, as receitas das cocottes levam ovos, que facilitam o cozimento  no forno. Mas isso mudou e hoje tudo pode ser feito nelas”, afirma Paula.

A chef do catering dá a dica para a mais famosa das combinações brasileiras: o arroz com feijão. “Para montar uma cocotte de arroz, feijão e carne-seca coloque o arroz cozido, o feijão por cima com caldo e por último a carne seca salteada na manteiga de garrafa”, ensina a chef do Lena Labaki Catering. "Moqueca e escondidinho também ficam ótimos", diz. "E não precisa alterar o modo de preparo da receita, apenas mudar o tamanho da porção", completa Renata.

CONHEÇA: AS MELHORES PANELAS PARA A SUA SAÚDE

Cocotte camarão à provençal. Literalmente, um clássico francês
Divulgação/Tadeu Brunelli
Cocotte camarão à provençal. Literalmente, um clássico francês

Dicas de chef:

- As panelas são boas para cozimentos do tipo banho-maria, mas esse tipo de cocção não é obrigatório. Tudo depende do menu escolhido.

- Use a criatividade, mas pense em pratos que possam cozinhar no forno.

- As cocottes são práticas para festinhas, pois são naturalmente porcionadas. Geralmente, as panelinhas comportam de 180 a 500 gramas de comida.

- Se a opção for servir um jantar apenas com cocottes, o ideal é servir quatro panelinhas: uma de entrada, duas de prato principal e uma de sobremesa.

- Outra dica é servir as panelinhas como parte de uma prato. “Fica bom servir um filé alto e colocar uma cocotte com um creme de cogumelos como acompanhamento”, diz Paula.

LEIA TAMBÉM: REFEIÇAO COMPLETA EM UMA PANELA SÓ

Cocotte de sobremesa: rabanada de brioche ao forno com leite de coco, figo ramy e pistache
Divulgação
Cocotte de sobremesa: rabanada de brioche ao forno com leite de coco, figo ramy e pistache

RECEITAS
COCOTTE DE CENOURA AO CURRY COM PAIN D’EPICES 
ESCONDIDINHO DE PINHÃO NA COCOTTE
CAMARÃO À PROVENÇAL NA COCOTTE
COCOTTE DE FRUTOS DO MAR
COCOTTE SURPRESA
COCOTTE DE CONFIT DE CANARD
COCOTTE SAINT JACQUES
CREME BRULÉE NA COCOTTE
COCOTTE DE PAIN PERDU

Confira alguns tipos de cocottes para começar sua coleção:


Onde encontrar:
Le Creuset , Obra Vip, Ceraflame , M.Dragonetti

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.