Perfumadas e gostosas

Com ervas, especiarias ou frutas as águas aromatizadas são boas opções para fugir da rotina. Aprenda duas receitas

Larissa Januário |

Divulgação
A regra para turbinar a água do dia a dia é livre: basta obedecer à imaginação
Lavanda, capim limão, hortelã, manjericão, canela, laranja, tangerina, pimenta. Combine frutas, ervas, especiarias e coloque na água com muito gelo. Deixe descansar por alguns minutos e pronto! É só beber. As águas aromatizadas não têm nada de inodoras e insípidas, e são uma alternativa simples, leve e saborosa para abrir refeições, acompanhar pratos e encerrar aquele jantar perfeito em uma noite quente. Nem que seja só para fazer um charminho extra.

Leia mais sobre água de coco
Bebidas não alcoólicas


Que beber água faz bem à saúde todo mundo já sabe. A graça, aqui, é variar a rotina e agregar perfumes e sabores à bebida do dia a dia. “A mudança é sutil. Pode ser complementar na harmonização com pratos”, afirma a chef e professora Letícia Massula, autora do blog Cozinha da Matilde . Ela conheceu a novidade no Restaurante Escola da Universidade Anhembi Morumbi, que capacita jovens em situação de vulnerabilidade social para atuar na área da alta gastronomia, e nunca mais esqueceu.

As possibilidades são infinitas. “Gosto de misturar manjericão com limão siciliano e gengibre; ou laranja, hortelã e canela em pau. Fica bom também alecrim com cardamomo”, diz Letícia. Renata Vanzetto, do restaurante Marakuthai, em São Paulo, também é adepta das águas com sabor. Ela trouxe a inspiração da temporada de estudos na Europa. “Na França, quando o cliente entra em um restaurante ou bistrô, é comum oferecerem água como cortesia e boas vindas", diz a chef.

O hábito tem respaldo na literatura.  “Como elemento revitalizador e purificador, a boa água de beber é ainda uma das melhores maneiras de bem receber”, escreve o antropólogo Raul Lody no seu livro Brasil Bom de Boca (Editora Senac). Segundo o autor, oferecer água a quem chega é um ato de paz, votos de vida, fertilidade e certamente saciedade.

Renata concorda. E conta que gostou tanto da ideia de incrementar a água, que decidiu incluir suas combinações no serviço do Marakuthai. Deu tão certo que alguns clientes acompanham o jantar inteiro com as jarras coloridas.

Outro fã do preparo é Alex Atala. No menu degustação sazonal vegetariano servido no paulistano D.O.M., o chef harmoniza cada prato com águas perfumadas por frutas e ervas brasileiras, como capim santo, pimenta cambuci, pitanga, taperebá e jabuticaba.

Para acertar a harmonização, Letícia indica combinar de sabores por afinidade. “No caso de um prato thai, por exemplo, preparo uma mistura que remete à essa região com limão taiti, manjericão, uma pimenta dedo de moça partida ao meio sem semente e gengibre picado”. Para acompanhar a sobremesa, a sugestão é uma água de lavanda com casca de laranja. E se o caso for encerrar uma farra gastronômica, há ainda opções que ajudam na digestão. “Depois de uma boa feijoada, sempre uso boldo com limão”, diz ela. Para evitar o amargor típico da erva, a dica é não macerar muito as folhas. “Basta rasgá-las displicentemente e colocar na água que o sabor fica bem sutil.”

Simplicidade e sutileza são as palavras de ordem para não errar na mistura, que não tem regra nem medida. “O mais importante é que a água pura esteja bem gelada para ajudar a liberar os sabores e aromas dos outros ingredientes”, afirma Letícia. Vale lembrar que ervas e frutas devem estar bem frescas. O resto fica por conta da criatividade de cada um – ou do gosto do freguês! Renata sugere ainda usar água de coco ao invés da mineral. “Fica ainda mais saboroso.”

A apresentação também não tem segredo. “O ideal é servi-las em jarras translúcidas. Se for usar laranja, a casca pode ser cortada em espiral e entrelaçada com as ervas”, diz Letícia. “Fica lindo!” Para estimular a criatividade, separamos algumas sugestões de chef. Combinações cheirosas e coloridas para ajudar você na brincadeira.

Água aromatizada com capim limão e manjericão
Receita de Letícia Massura, do blog Cozinha da Matilde

Ingredientes
50 g de capim limão
1 l de água mineral
1 ramo de manjericão
Gelo a gosto

Modo de preparo
Separe a parte inferior das folhas do capim limão, as partes mais firmes do talo. Machuque a erva para que ela libere sabor e aroma. Mistura na água com bastante gelo e acrescente o ramo de manjericão.

Divulgação
No Marakuthai, a água de coco leva abacaxi, carambola, uva e pode acompanhar a refeição
Água de coco aromatizada
Receita de Renata Vanzetto, do Marakuthai, em São Paulo, SP

Ingredientes
1 cacho pequeno de uva verde
1 carambola
1 fatia de abacaxi
1 limão fatiado em rodelas
1 ramo de hortelã
1,4 l de água de coco
Gelo a gosto

Modo de preparo
Pique o abacaxi e fatie a carambola formando estrelas. Fatie o limão em fatias bem fininhas. Coloque as frutas em uma jarra grande, acrescente o gelo e adicione água de coco e hortelã .

Marakuthai Al. Itu, 1.618, Jardim Paulista, São Paulo, tel. (11) 3062-7556 e Av. Força Expedicionária Brasileira, 495, Praia de Sta. Tereza, Ilhabela, SP, tel. (12) 3896-5874


    Leia tudo sobre: águaservasfrutasespeciarias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG