Tamanho do texto

Veja como combinar comes e bebes dispensando fermentados, destilados e bons drinques

Sabe o que harmoniza com um belo corte de carne grelhado? Suco de uva, abacaxi e limão
Divulgação
Sabe o que harmoniza com um belo corte de carne grelhado? Suco de uva, abacaxi e limão
Quer fazer uma refeição harmonizada, mas está de ressaca? Não pode nem sentir o cheiro de bebidas alcoólicas? Seus problemas acabaram. Com a ajuda de chefs e sommeliers tarimbados o iG Comida criou um pequeno guia de harmonização de comidinhas e pratos básicos com sucos, chás, cafés etc. Aprecie sem moderação.

Carne grelhada
Dono da paulistana steakhouse Mabella & Ton Ton, Paulo Zegaib nasceu comendo cortes nobres de carnes grelhadas – seu pai é o dono da tradicional churrascaria Dinho's Place . Para acompanhar um bom T-Bone ou um King Kobe Beef, ele indica um suco de uva itália com abacaxi e limão. “A acidez e o frescor das frutas realçam o sabor da carne. E esse suco ainda tem um efeito digestivo”, afirma.

Veja também: Em busca do bife ideal

Frango "de televisão"
Para beber enquanto devora um frango de padaria ou um galeto assado, a chef Andrea Kauffman, do restaurante AK Vila , sugere uma limonada suíça. “O caráter cítrico casa muito bem com os temperos usados para condimentar o frango e, ao mesmo tempo, ajuda a quebrar um pouco da gordura da carne”, diz. “Mas não pode ser uma limonada muito forte, senão vai anular o sabor suave da carne branca.”

Em seu restaurante, ela serve um galeto marinado com molho tostado que chega à mesa guarnecido por uma tábua de condimentos (chimichurri, maionese de manjericão e mostarda de Dijon).

Veja também : receita da coxinha de frango do Veloso (SP)

Peixe branco
A chef Renata Vanzetto, do restaurante Marakuthai , em São Paulo, foi criada no litoral e sabe muito bem o que combina com um bom pescado de carne branca. Para harmonizar o produto grelhado, ela sugere um copo de água de coco geladinha. “É uma bebida suave e refrescante, vai muito bem com pratos que levam limão, gengibre, pimenta e hortelã”, diz. Dos pratos servidos em seu restaurante, ela elegeu o filé de filhote (peixe amazônico) em crosta de amendoim com pirão do mar, perfume de coentro e capim santo como um bom exemplo desse casamento.

Veja também: Ceviche é prato simples, gostoso e cheio de tradição

Salmão
Para acompanhar um tartar de salmão (prato onde a carne crua é servida crua, cortada em pedaços bem pequenininhos) a chef Flávia Mariotto, do paulistano Mercearia do Conde , sugere suco de tangerina. “Além de combinarem por causa da cor, bebidas com alguma acidez neutralizam a gordura desse peixe”, diz. Agora, se o salmão for defumado, o mais indicado é beber algo mais adocicado, mas ainda assim levemente ácido. Na lanchonete Wraps , também em São Paulo, recomenda-se comer o wrap viking (feito com salmão defumado, cream cheese e alface americana) acompanhado de smoothie Capri, preparado com morangos, folhas de hortelã e cubos de melão batidos com sorvete de limão e água com gás.

Curta a página do iG Comida no Facebook e siga no Twitter

Bacalhau
Na dúvida entre vinhos tinto ou branco para acompanhar o prato de bacalhau, peça um bom suco de caju. “É que a fruta tem acidez branda e caráter adstringente”, afirma Anselmo Neves, proprietário do restaurante Bacalhoeiro , em São Paulo. Para fazer par com seu delicioso bacalhau à lagareiro, em que a posta assada vem à mesa coberta de azeite de oliva, azeitonas pretas, tomates e batatas ao murro, a pedida é o coquetel feito com suco de caju, grenadine e cinco gotinhas de angostura. “Perfeito para fazer frente à gordura da receita, sem brigar com o bacalhau.” Segundo ele, o doce do coquetel ainda contrabalanceia o sal do peixe.

Veja também : como preparar bolinho de bacalhau

Massa ao sugo
Para indicar o que pode combinar com uma massa curta com molho de tomate simples, o chef Denis Takenaka, do Ciao Vino & Birra, experimentou vários chás e sucos naturais. “Acho que a melhor opção é um copo de suco de limão siciliano com um pouco de açúcar: a acidez do prato ficou amena e o agridoce se mostrou muito interessante. O sabor e o perfume do limão criaram uma mistura gostosa”, diz. Outro suco que, na sua opinião, casou bem com o macarrão foi o de abacaxi. “Trouxe novas nuanças de sabor ao prato”.

Veja também: os segredos de preparo do molho de tomate

Ostras frescas
Bella Masano é a chef do restaurante Amadeus, especializado em peixes e frutos do mar. Na lista dos mais pedidos, as ostras ocupam lugar de destaque por lá. Sua sugestão de acompanhamento para os moluscos é o “mojito virgem”: um drinque sem álcool feito com limão “socado”, hortelã e água com gás. “A acidez e o frescor tanto das ostras como do limão com a hortelã garantem o sucesso dessa combinação”, diz. A dica da chef é que o suco seja levemente adocicado. “Cria um contraste delicioso com o gostinho salgado da ostra.”

Continue lendo...

Capítulo 2: Harmonização sem álcool para comidinhas
Capítulo 3: Harmonização sem álcool para doces

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.