Quem tem medo de panela de pressão?

Por Rafael Bergamaschi , especial para o iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Utensílio essencial para poupar tempo no dia a dia, panela ainda é vista com desconfiança

Thinkstock/Getty Images
Panela de pressão: não é preciso estresse para usar o equipamento que facilita a vida na cozinha


Pode parecer antiquado, mas o medo da panela de pressão ainda existe e afasta muitas pessoas do uso do utensílio. Será, no entanto, que há motivos para temer?

Adriano Ribeiro Nogueira, professor de gastronomia do Centro Universitário Senac Campos do Jordão, é categórico. “Não. É um equipamento muito seguro desde que manipulado da forma correta”, constata.

A panela de pressão funciona - como o nome indica - aumentando a pressão interna. Desta forma, o ponto de ebulição do líquido, que em ambiente normal é 100ºC chega próximo a 120ºC. Perfeita para o preparo de alimentos demorados, que exigem muito tempo de cocção.

Segundo Eduardo Dagnone, porta-voz da marca Clock, é quase impossível que uma panela de pressão moderna exploda. “Praticamente todas as panelas de pressão do mercado contemplam mais de uma válvula de segurança, o que garante tranquilidade ao usuário”, explica.

Curta o iG Receitas no Facebook e siga no Twitter

André Ctenas
A panela de pressão é versátil e poupa tempo

Para evitar acidentes, no entanto, a leitura do manual de instruções é importante. “No manual, encontram-se informações sobre a limpeza de válvulas de segurança, níveis seguros de líquidos, tempo de cozimento, periodicidade de troca de guarnições de borracha e vida útil”, diz o chef do Senac. Ou seja, tudo o que você precisa saber vem explicado junto com a compra.

Outra providência é usar sempre peças originais na manutenção. “Levar a panela de pressão à feira para arrumar, por exemplo, pode acarretar em alterações nos sistemas de segurança do produto”, alerta Dagnone.

Confira quatro dicas simples para aproveitar melhor a panela de pressão:

- Liberdade. Quando o alimento estiver pronto, desligue o fogo e deixe que a pressão interna se liberte sozinha. Ao colocar a panela sob a água, além de correr o risco de queimar a mão no manuseamento, a borracha pode ser danificada.

- Chave do sucesso. A panela de pressão exige uma quantidade mínima de água, portanto não deve ser utilizada no preparo de alimentos que não precisem de líquidos.

- Sob pressão.O tempo de cozimento começa a ser contado a partir do momento em que a panela começa a chiar. Quando isso acontecer, pode diminuir o fogo, pois a temperatura máxima já foi atingida.

- Nada de gambiarra. A panela de pressão tem uma válvula de segurança, que fica próxima ao pino. Se ela estiver danificada, não deve ser substituída por nenhum outro tipo de objeto. Isso pode causar acidentes. “O certo é trocar por outra válvula, do mesmo modelo da original”, explica Nogueira.

Confira algumas receitas para colocar as dicas sobre panela de pressão em prática:

POLENTA NA PANELA DE PRESSÃO 
COXA DE FRANGO FRITA NA PANELA DE PRESSÃO
CARNE-SECA COM ABÓBORA
MACARRÃO COM ANCHOVA E BRÓCOLIS
CARNE LOUCA


Leia tudo sobre: Panela de pressão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas