Para quem não vive sem leite condensado

Por Ana Lucia Silva , especial  para o iG São Paulo

compartilhe

Tamanho do texto

Conheça a história do ingrediente e aposte em 15 receitas para aproveitar essa doçura

Pavê crocante. Foto: DullaGelatina colorida. Foto: Edu Cesar/FotoarenaMoranguinho  . Foto: DullaPudim de leite condensado. Foto: Edu Cesar/FotoarenaPalha italiana. Foto: Rodrigo Acedo/FotoarenaBeijinho de colher. Foto: DullaSalame de chocolate. Foto: DullaSericaia. Foto: DivulgaçãoBolo pudim de chocolate. Foto: Dulla'Taça de limão com manga. Foto: DivulgaçãoBrigadeiro de cachaça. Foto: DivulgaçãoCupcake cremoso de milho. Foto: DivulgaçãoBolo gelado com calda de coco. Foto: DivulgaçãoPudim de leite com calda de vinho sem açúcar. Foto: DivulgaçãoMusse de blueberry diet. Foto: DivulgaçãoCreme de café com chocolate. Foto: DullaPiña Colada. Foto: Divulgação

Não há como confundir o sabor doce e a textura do leite condensado. Ele é capaz de dar um toque especial e mudar a cara de qualquer sobremesa. Mas você sabia que o produto surgiu por necessidade (e não foi de açúcar)? A ideia nasceu quando o fazendeiro norte-americano Gail Borden Jr. decidiu criar um produto que fizesse com que o leite durasse mais tempo e evitasse que as crianças morressem contaminadas em viagens de navio.

Não é que deu certo? Muitos estudos e experimentos depois, Gail chegou ao leite evaporado, que se misturado com alguns aditivos poderia durar até dois anos. O açúcar e a evaporação da água deram a solução para o problema e também criaram uma gostosura clássica.

O leite condensado ganhou destaque durante a Guerra civil americana, época em que era utilizado para fortalecer a ração dos soldados. "Durante o perídodo de conflito, houve escassez de produtos hortifrutigranjeiros, e o leite condensado foi de grande valia, pois, além de oferecer elevada pureza e grande durabilidade, era econômico, servindo tanto como ingrediente no preparo de diversos doces quanto para ser dissolvido em água e bebido como leite comum adoçado", explica Renato Freire, em seu livro "A mágica na cozinha - curiosidades, truques e fingimentos da gastronomia" (Senac, 2011)

Conheça o truque: Pudim de leite condensado com e sem furinho 

CURTA O IG COMIDA NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER

Hoje em dia, conservação não é mais o problema. Mas quem disse que alguém consegue abandonar as latinhas de leite condensado compradas no supermercado? Ele continua prático e muito gostoso. Se for colocado em uma panela com manteiga e chocolate, vira brigadeiro. Se cair na panela com manteiga e coco, se tranforma em beijinho. Se for misturado com creme de leite, vira calda. Confira algumas receitas que não existiriam se não fosse por ele:

Na sobremesa
BRIGADEIRO DE CACHAÇA 
SALAME DE CHOCOLATE 
BEIJINHO DE COLHER
CUPCAKE CREMOSO DE MILHO
MORANGUINHO
BOLO GELADO COM CALDA DE COCO 
BOLO PUDIM DE CHOCOLATE 
SERICAIA
TAÇA DE LIMÃO COM MANGA 
PAVÊ CROCANTE

Aprenda passo a passo: Palha italiana
Confira em detalhes: Gelatina colorida

Para beber
PIÑA COLADA 
CREME DE CAFÉ COM CHOCOLATE  
MILKSHAKE DE BRIGADEIRO 

É muito doce? No mercado, já existem versões para aqueles que têm restrição alimentar. Opções diet e de soja, por exemplo, estão disponíveis para substituir o leite condensado tradicional. Ninguém precisa ficar sem.

Na versão diet
MUSSE DE BLUEBERRY
PUDIM DE LEITE COM CALDA DE VINHO 

Quer mais? Confira uma lista de receitas feitas com leite condensado 

Leia tudo sobre: Leite condensadoHistóriaReceitas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas